compras.online

seguro esportivo

quase sempre atrelada ao seguro viagem, a cobertura para esportes radicais traz algumas peculiaridades para quem pretende se aventurar por aí. no brasil, elas acabam sendo ainda mais necessárias, pois, pelo terceiro ano consecutivo, o país foi considerado o melhor local do mundo  para  a prática de turismo de aventura, de acordo com o ranking internacional best countries, divulgado em julho de 2018.

 

dentre as modalidades mais praticadas por nativos e turistas estão o balonismo, surfe em grandes ondas, street luge, rafting, voo livre, base jump, rapel, motocross freestyle, wingsuit e paraquedismo (um dos esportes radicais mais populares no mundo). mas o que ainda deixa muita gente na dúvida é quais modalidades são consideradas “radicais” e reservam uma cobertura.

 

ressalta-se que o segurado deve especificar no contrato a atividade que vai praticar no destino. “o cliente precisa informar que esporte será realizado para que haja a adequação correta no momento da contratação. evitando problemas com a apólice e eventuais dúvidas”.

 

“hoje, há empresas que oferecem produtos que são pensados especialmente para essas atividades radicais, mas há também coberturas amplas, que, mesmo não sendo específicas para essas modalidades, abrangem todas elas.”

 

por exemplo, as coberturas acima de US$ 35 mil já podem oferecer a proteção com as despesas médicas e hospitalares (DMH), podendo ser aplicadas para todos os esportes, inclusive os ‘radicais’.

coberturas

  • despesa médica hospitalar (DMH) a partir de USD 60 mil;
  • assistência médica por enfermidade preexistente;
  • assistência médica para a prática de esportes (obrigatório);
  • assistência odontológica;
  • regresso sanitário;
  • traslado de corpo;
  • traslado médico;
  • seguro invalidez permanente por acidente;
  • seguro por morte acidental.

  • preciso mesmo de um seguro viagem esportes radicais?

caso o seu roteiro de turismo de aventura inclua mergulho, snowboard, surf, rafting, esqui, montanhismo, ciclismo ou outra aventura similar, você vai precisar ou de um seguro viagem esportes radicais ou, no mínimo, de um adicional ao seguro tradicional que cubra a modalidade de esporte escolhida.

 

sendo assim, por onde começar? em primeiro lugar, é preciso estar atento ao item “cobertura médica para prática de esportes” dos planos. o valor destinado a esta cobertura específica para esportes pode ser diferente da cobertura para despesas médicas e hospitalares em geral.

 

imagine a situação: você contratou um plano com cobertura médico-hospitalar de 60 mil dólares, mas com apenas 10 mil dólares para cobertura médica para prática de esportes. o inevitável aconteceu e os custos foram bem maiores do que os 10 mil dólares. você terá que arcar com as despesas que excederam o valor.

 

outra hipótese: você contratou um seguro viagem comum e não comunicou que fará, na verdade, uma viagem de aventura. não cometa este erro! Isto porque, para uma assistência eficaz, é preciso que todos os detalhes da viagem sejam fornecidos. pode acreditar: você não vai gostar nada de descobrir que pagou por um seguro (errado, mas pagou) e mesmo assim ficará sem qualquer cobertura. Pior: que ainda pode sofrer um processo por fraude.

 

  • quais são os esportes radicais mais populares no mundo?

cada continente  oferece oportunidades únicas para realizar esportes radicais. abaixo vamos falar dos mais buscados:

  1. paraquedismo: trata-se basicamente de saltar de um avião em movimento, presenciar alguns segundos em queda livre (exatos 45 segundos) e depois desfrutar do voo em paraquedas e contemplar a paisagem das alturas. os saltos para iniciantes são feitos a altitudes superiores a 15 mil pés e a velocidade de queda pode chegar a 200 km/h. vai encarar?
  2. bungee jumping / puenting: é para os fortes! quem em sua plena consciência saltaria de uma ponte com o objetivo de ganhar mais disposição? segundo os amantes do esporte a sensação é única: de adrenalina pura, o hormônio causa bem estar e alegria intensa.
  3. alpinismo: é uma das modalidades esportivas mais antigas e consiste em subir montanhas. dentro do alpinismo está a escalada e o rapel. para praticar o esporte é necessário além de preparo físico, equipamentos de segurança, como botas térmicas, piolet (um bastão que serve como freio caso você escorregue), mosquetões para fixação em rochas, freios, cordas e outros. na américa latina, o chile é um dos destinos mais procurados para a prática do esporte.
  4. ciclismo de montanha: também é considerado um esporte de risco porque um erro pode causar sérios danos. para praticar esse esporte de aventura é necessário resistência física, pois grande parte do percurso envolve trechos de elevação.
  5. surfing: a prática de deslizar sobre ondas foi descoberta por povos polinésios e peruanos. para começar nesse esporte é necessário escolher uma boa prancha.
  6. esqui: este esporte de inverno pode ser praticado por toda família. para quem é iniciante é recomendado uma classe para aprender os conceitos básicos como freiar e fazer manobras. felizmente, os centros de esqui como valle nevado, por exemplo, promovem aulas a preços acessíveis e aluguel de equipamento para quem quer provar o esporte pela primeira vez.
  7. mergulho: esta atividade também exige o conhecimento de algumas técnicas e procedimentos de segurança. há diversos programas para iniciantes disponíveis para quem quer provar o esporte ao redor do mundo, basta escolher seu destino.
  8. rafting: que tal descer as corredeiras de um rio em botes infláveis? o esporte é muito recomendado para amadores porque apresenta diferentes níveis de dificuldade de acordo com o grau de estabilidade da correnteza. vale muito experimentar!

atenção: este formulário será exibido somente para usuários logados. para obter um orçamento ideal, é imprescindível manter seus dados corretos e atualizados.

Print Friendly, PDF & Email